Guerrero e Luan concorrem com trio de argentinos ao Rei da América de 2017 | futebol internacional

Paolo Guerrero e Luan estão entre os concorrentes ao prêmio Rei da América, dado pelo jornal uruguaio “El Pais” ao melhor jogador do continente desde 1986. Os atacantes de Flamengo e Grêmio concorrem com três argentinos ao prestigiado posto: Scocco, do River Plate, Acosta, do Lanús, e Benedetto, do Boca Juniors. Entre os treinadores, a disputa é entre dois brasileiros e três argentinos: Tite (pela seleção brasileira), Renato Gaúcho (Grêmio), Jorge Almirón (Lanús), Marcelo Gallardo (River Plate) e Ricardo Gareca (seleção peruana).

Além dos cinco indicados ao Rei da América, outros 50 nomes estão concorrendo à seleção da temporada no continente, entre eles alguns que atuam no futebol brasileiro. São eles: Marcelo Grohe (Grêmio), Fágner (Corinthians), Pedro Geromel (Grêmio), Guilherme Arana (Corinthians), Arthur (Grêmio), Hernanes (São Paulo), Thiago Neves (Cruzeiro) e Jô (Corinthians).

Além deles, o paraguaio Balbuena (Corinthians) o colombiano Mina (Palmeiras) o equatoriano Cazares (Atlético-MG) e os peruanos Cueva (São Paulo) e Trauco (Flamengo) estão entre os indicados pelas 14 jornalistas da América Latina e da Europa que participaram da seleção. O vencedor será anunciado em dezembro.

Esta será a oitava vez que o prêmio poderá ir para as mãos de um brasileiro. Antes, Bebeto (1989), Raí (1992), Cafu (1994), Romário (2000), Neymar (2011 e 2012) e Ronaldinho (2013) ganharam a eleição do “El Pais”.

Confira a lista de todos os vencedores

Todos os Direitos Reservados a(o) criador(a) deste conteúdo. Acesse o link original.