Holanda anuncia Governo de coligação 208 dias depois das eleições – Observador

O primeiro-ministro da Holanda, Mark Rutte, anunciou esta segunda-feira que foi alcançado um acordo para um governo de coligação entre quatro partidos, com o apoio de 76 deputados dos 150 que compõem o parlamento.

O acordo foi alcançado 208 dias depois das legislativas de 15 de março, o período mais longo de negociações na Holanda desde a II Guerra Mundial.

A coligação é formada pelo Partido Popular para a Liberdade e a Democracia (VVD, direita) de Mark Rutte, pelo D66 (liberal), pelo CDA (democratas-cristãos) e pela União Cristã (conservadora).

Os líderes dos quatro partidos concluíram o acordo esta manhã.

Vamos todos falar com os nossos grupos políticos, mas penso que há um bom acordo para formar governo”, disse Rutte à imprensa.

O acordo final deve ser oficialmente anunciado na terça-feira.

As legislativas de 15 de março conduziram a um parlamento muito fragmentado, com 13 partidos representados.

O VVD venceu, embora perdendo deputados, mas o seu parceiro de coligação de então, o PVdA (trabalhista), sofreu uma pesada derrota.

O Partido da Liberdade (PVV, extrema-direita) de Geert Wilders ficou em segundo lugar, com 20 deputados, seguido dos democratas-cristãos da CDA e dos liberais do D66, ambos com 19.

Os 208 dias de negociações são um recorde na Holanda, onde a média do tempo necessário para formar uma coligação é de 72 dias. O anterior recorde, de 207 dias, registou-se em 1977.

Todos os Direitos Reservados a(o) criador(a) deste conteúdo. Acesse o link original.