Nasa planeja nova sonda para missão a Marte em 2020

O novo veículo estudará o terreno marciano, acima e abaixo da superfície, e coletará amostras de solo e de rochas

Reuters



29 nov 2017, 12h51

A próxima missão da Nasa, a agência espacial dos Estados Unidos, para Marte em 2020 contará com uma versão aprimorada de uma sonda de controle remoto que buscará sinais de vida microbial antiga em áreas do planeta vermelho inabitável.

O sucessor da sonda Curiosity de 2012, que pode partir em julho ou agosto de 2020, será equipado com sete instrumentos novos e rodas reprojetadas, disse o Laboratório de Propulsão a Jato da Nasa (JPL, na sigla em inglês).

O novo veículo estudará o terreno marciano, acima e abaixo da superfície, e coletará amostras de solo e de rochas.

“O que aprendermos com as amostras coletadas durante esta missão tem o potencial de responder se estamos sozinhos no universo”, disse Ken Farley, cientista do JPL que integra o projeto Marte 2020.

O JPL também está desenvolvendo uma nova tecnologia de pouso que permitirá à sonda visitar locais considerados muito arriscados para o Curiosity e que encurtará a jornada em vários quilômetros.

A Nasa pousou espaçonaves em Marte com sucesso sete vezes, e está usando a Estação Espacial Internacional para preparar missões tripuladas à lua e a Marte.

Todos os Direitos Reservados a(o) criador(a) deste conteúdo. Acesse o link original.