Sidnei Lobo esquece briga política e quer vice-liderança

=Após comandar o time do Cruzeiro na vitória de virada sobre a Ponte Preta, por 2 a 1, no último sábado, no Mineirão, o auxiliar técnico Sidnei Lobo segue à frente da equipe no jogo da próxima rodada do Campeonato Brasileiro, contra o Grêmio, na quarta-feira, em Porto Alegre. Isso porque o retorno do treinador Mano Menezes a Belo Horizonte está previsto somente para quinta-feira, quando o comandante é aguardado na Toca da Raposa II. No momento, Mano segue realizando um tratamento de pele em São Paulo, para onde viajou logo após o empate com o Corinthians, no jogo seguinte ao título da Copa do Brasil.

Assim como nos preparativos para enfrentar a Ponte Preta, Sidnei Lobo quer manter o foco dentro de campo também nesta semana e não deixar que a crise política instaurada no clube, após a eleição do presidente Wagner Pires de Sá, interfira no trabalho dos jogadores e da comissão técnica. Além disso, na condição de técnico interino, Lobo pretende manter o plano de vice-liderança do Brasileirão já anunciado por Mano. “Procuramos durante a semana focar só na Ponte Preta. Tínhamos que ter um compromisso com nosso torcedor e precisávamos ter uma postura nesse jogo que era fazer uma boa apresentação. A equipe entrou focada e muito determinada a buscar o resultado”, declarou Lobo depois do triunfo sobre a Macaca.

Foco em campo. Durante a semana, com a confirmação da eleição de Wagner Pires de Sá para presidente, duas mudanças importantes foram anunciadas no clube, com as saídas do vice de futebol, Bruno Vicintin, e do gerente de futebol, Tinga, que fica somente até o fim do ano. Itair Machado foi o escolhido para a primeira função. Essas mudanças mexeram nos bastidores do clube, mas Sidnei Lobo comemorou o fato de o time ter esquecido os problemas extracampo. Com o time no G-4, ele sonha alto, mas com os pés no chão. “Tem que ser degrau a degrau. Esse jogo era atípico, e era importantíssimo pontuar e subir na tabela, que foi o que aconteceu. Temos agora um confronto com um adversário da parte de cima da tabela”, reforçou Lobo.

Objetivo traçado. Nesta segunda-feira (9), a equipe retorna aos treinamentos às 15h30 e já viaja para Porto Alegre, onde realiza mais atividades em solo gaúcho antes da partida de quarta-feira. Caso derrote o Grêmio, a equipe estrelada pode chegar, já nessa rodada, ao segundo lugar, com 47 pontos, embora tenha uma partida a mais que seus adversários. Para isso, além de vencer, terá que torcer também por um tropeço do Santos diante da Ponte Preta, em Campinas (SP). “Vamos estudar bem o Grêmio, apesar de termos jogado com eles neste ano. Mas é outro jogo. O objetivo nosso é oferecer o máximo em cada partida. Temos que conquistar os pontos. Fomos premiados com o título da Copa do Brasil, importante para todos os profissionais do Cruzeiro, alegrou muito o torcedor. Mas o trabalho não para por aí, temos que pontuar sempre”, disse o técnico interino Sidnei Lobo.

Até o fim do ano, o Cruzeiro terá mais 11 compromissos pelo Brasileirão, incluindo o clássico com o arquirrival Atético.

4ª Posição é a do time celeste no Campeonato Brasileiro.

44 Pontos tem o Cruzeiro na tabela da competição.

Todos os Direitos Reservados a(o) criador(a) deste conteúdo. Acesse o link original.