Ibovespa engata recuperação de 900 pontos mas não escapa da queda; dólar sobe 0,3%

SÃO PAULO – O Ibovespa engatou uma recuperação de 900 pontos na tarde desta quinta-feira (19) mas não escapou de fechar no vermelho, pressionado pelo noticiário internacional e commodities. Embora a Vale tenha conseguido virar para alta depois de cair quase 2% acompanhando o minério, a Petrobras encerrou a sessão em queda, puxada pelo petróleo, que caiu mais de 1% no exterior.  saiba mais

Mega-Sena, concurso 1.979: resultado: aposta única de Muzambinho (MG) fatura R$ 3,9 milhões | Loterias

Uma aposta única de Muzambinho (MG) levou sozinha um prêmio de R$ 3.951.513,94 no concurso 1.979 da Mega-Sena, realizado nesta quinta-feira (19) em Assis Chateaubriand (PR).

Veja as dezenas sorteadas: 22 – 23 – 29 – 32 – 38 – 45.

A quina teve 32 apostas ganhadoras, com o valor de R$ 39.401,20 para cada um. A quadra teve 2.677 apostas ganhadoras, com o valor de R$ 672,84 para cada um. saiba mais

Abear terá que comprovar se houve queda das tarifas após cobrança de bagagem despachada

– Divulgação/Infraero

RIO — O Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC), órgão vinculado à Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon) do Ministério da Justiça, instaurou processo administrativo intimando a Associação Brasileira de Empresas Aéreas (Abear) e as empresas por ela representadas — Avianca, Gol, Azul e Latam — a comprovarem que houve queda nas tarifas das passagens aéreas desde o início da cobrança de bagagens em voos nacionais, como sustentou a entidade. saiba mais

Ex-gerente da Petrobras diz a Moro que não consegue devolver dinheiro de propina

O ex-gerente da Petrobras Demarco Jorge Epifânio informou ao juiz Sérgio Moro que não está conseguindo realizar a operação bancária para devolver os US$ 188.512,51 que estão na conta Cotiguara Internacional, no Credicorp Bank, no Panamá.

 

O valor é parte da propina recebida por Demarco em esquemas de corrupção e deve ser depositado na conta da Justiça Federal no Paraná. saiba mais

Mais próxima do Novo Mercado, Vale entra no foco dos analistas

Mina da Vale: nova conversão terá de ser submetida ao crivo dos acionistas titulares de ações preferenciais em uma assembleia especial (Germano Lüders/Revista EXAME)

São Paulo — A Vale informou ao mercado ontem à noite sobre a aprovação, em Assembleia Extraordinária, da proposta de conversão de todas as ações preferencias (PN, sem voto) classe “A” em ações ordinárias da empresa, na proporção de 0,9342 ação ON por PNA, mesma proporção do movimento de conversão anterior. saiba mais