Thiago Silva diz que Neymar não planejou ceder pênalti: “Chamou e ofereceu a bola” | futebol francês

No dia em que completou 200 jogos pelo PSG, Thiago Silva teve só motivos para festejar. O zagueiro ajudou o PSG vencer a quinta seguida no Campeonato Francês e, como capitão, viu a paz reinar no elenco. Neymar deixou Cavani cobrar o pênalti da equipe no jogo (que acabou desperdiçado pelo uruguaio), encerrando de vez uma polêmica que vem se arrastando há semanas.

– Não foi nada planejado. Tanto que na hora ali ele chamou o Cavani e ofereceu a bola para ele bater. Eu sabia que uma hora ou outro isso iria acontecer. Não sabia que seria tão rápido, porque semana passada eu tinha dado entrevista falando sobre isso. Não sabia que seria já no próximo jogo. Mas conhecendo ele do jeito que ele é e o coração bom que ele tem sabia que em um momento ou outro ele teria a atitude que ele teve hoje – disse Thiago Silva, em entrevista na zona mista.

Na última rodada, na vitória por 2 a 1 sobre o Monaco, Neymar cobrou pênalti e marcou. Nesta quarta, foi a vez de Cavani assumir a cobrança, o que sugere que um rodízio está sendo colocado em prática no Paris Saint-Germain depois da polêmica no início da temporada. Além de falar da postura do compatriota, Thiago Silva falou do crescimento de Neymar ao longo da temporada.

– Tem tudo para ir longe junto com a equipe, crescendo cada jogo. O rendimento dele tem sido melhor. Principalmente em termos de entrosamento com Cavani e o Mbappe, hoje o Di Maria. A tendência é que para o final da temporada ele esteja marcando 45 gols, beirando os 50.

E o PSG segue a passos largos a caminho de mais um título do Campeonato Francês. Com a vitória, a diferença para o vice-líder Olympique de Marselha segue sendo de 10 pontos: 41 contra 31. Lyon e Monaco vêm logo abaixo, ambos com 29. O Troyes, por sua vez, caiu para a 13ª posição, com 18 pontos.

Todos os Direitos Reservados a(o) criador(a) deste conteúdo. Acesse o link original.